Testes de SEO e Velocidade

Para teste de velocidade utilize:

https://www.webpagetest.org

Para testes de SEO recomendo:

http://www.seowebpageanalyzer.com

https://www.semrush.com

https://seositecheckup.com

https://rankgen.com

https://www.semalt.com

Alguns destes têm versão free e versão paga. Não acredite em tudo que você vê e não acredite em tudo que falarem para você. Se em mais de um site estiver apontando algum erro aí sim leve a sério. As métricas do Google principalmente mudam muito, a cada três meses eles adicionam novos itens que são analisados ou mudam e melhoram a fórmula atual de cálculo de indexação.

Links Externos válidos

Links externos válidos são links que apontem para seu e-commerce, porém para serem válidos é necessário que o site que exiba estes links seja um site com bom tráfego e que não adote práticas consideradas abusivas pelos robôs de busca, em resumo que não seja uma página do tipo “link farm”.

Exemplificando, você ter um link que aponte para sua loja virtual em um grande portal, com milhões de acesso, é muito diferente de ter um link no blog do filho do vizinho que só os amigos dele acessam.

Para o link ser válido o site origem do link tem que ser qualificado, ter excelente reputação e muitos acessos.

Muito mais vale um link em um site qualificado do que dezenas de links em sites sem boa reputação e pouco acesso.

Os robôs de busca somam a quantidade de links externos válidos e principalmente a qualidade dos links externos e lhe conferem uma nota.

Antigamente o Google disponha do PageRank que era justamente uma nota dos sites baseado em vários critérios, inclusive nos links externos.

Velocidade da loja virtual

Que a velocidade do site é importante para uma melhor indexação de uma loja virtual isso não é nenhum mistério. Contudo nos últimos tempos tem se notado que os robôs de busca têm dado uma importância maior na velocidade dos e-commerces em relação ao posicionamento e indexação.

Pontos como o TTFB são considerados importantes e relevantes. TTFB significa “time do first byte”, que nada mais é o tempo de resposta do primeiro byte ao solicitante da requisição.

Outras características essências relacionadas a infra-estrutura da hospedagem principalmente influenciam drasticamente como velocidade do disco, largura da banda, processamento memória e crucial o uso do cache.

O grande dilema das plataformas de e-commerce em conseguir estabelecer principalmente um excelente TTFB está no fato de que elas são páginas dinâmicas e não estáticas que para carregar a página inicial da loja normalmente são realizadas várias conexões ao banco de dados, e isto por muitas vezes acaba por afetar o TTFB. Em resposta a isso algumas lojas criam landing pages (páginas especiais de entrada) até mesmo sem vitrine de produtos, para diminuir o TTFB.

As duas plataformas pagas que indicamos aqui tem TTFB qualificados, porém se você utiliza outra plataforma e quer testar o seu TTFB, mais à frente explicaremos como fazer.

Lembre-se velocidade é importante mas não é tudo. Privilegie mais a estabilidade do que a velocidade de sua loja virtual.

Cadastros / imagens pensando em S.E.O. em sua loja

É importantíssimo pensar em S.E.O. ao cadastrar as imagens dos produtos em sua loja virtual. O nome das imagens deve ter relevância com o conteúdo principal da página.

Por exemplo, na página do produto, o nome da imagem deve ser igual ao nome do produto, se o produto se chama “Lápis de colorir azul número 6”, o ideal é que o nome do arquivo da imagem seja algo como “lapis_de_colorir_azul_numero_6.jpg”.

As imagens de produtos e banners devem estar compactadas e possuírem no caso de imagens JPG carregamento progressivo. Isso certamente irá influenciar na velocidade de carregamento do site.

Um novo formato webp logo será padrão nas lojas virtuais, por ser mais leve e influenciar no desempenho das lojas.

Meta Tags em loja virtual

Primeiramente, meta tag keywords não é mais requerida pelo Google. Porém é importantíssimo a presença e o correto preenchimento da meta tag description em sua loja virtual.

Recomendamos de 120 a 240 caracteres.

O conteúdo deve ser descritivo e ter relação e citar o nome do produto ou da página para gerar relevância do conteúdo da página de sua loja virtual.

Metas como hreflang, metas de autor, e outras são normalmente preenchidas automaticamente pela plataforma de e-commerce.

Nome do domínio para seu e-commerce

O ideal é que o seu nome de domínio para sua loja virtual contenha a sua palavra chave principal, contudo isso não é obrigatório e com cada vez mais a escassez de bons nomes é normal que não se tenha a palavra chave. E definitivamente não é o fim do mundo.

Mas o que é palavra chave?

Digamos que você venda esteja abrindo uma loja virtual de suplementos alimentares, então a sua palavra chave seria “suplementos” ou até mesmo “suplementos alimentares”. Tentar utilizar um domínio do tipo www.abcsuplementos.com.br .O termpo suplementos estaria presente no seu dominio.

Outro exemplo, no ramo de jóias,  o tempo obviamente é jóias ou semi-jóias, então você registrar um domínio tipo: www.jujujoias.com.br ou www.jujusemijoias.com.br seria interessante.

E se eu colocar um “-” para separar a palavra chave pode? Até pode mas é um complicador para o cliente digitar isso, assim como o uso de termos em outros idiomas.

Também não aconselho que o domínio seja muito longo, então se você pretende utilizar uma palavra chave extensa evite, por exemplo, www.abcsuplementosalimentares.com.br talvez fique muito extenso.

Outra dica, recomendo que o domínio seja .com.br., não recomendo domínios estrangeiros, no máximo .com.

Também não utilize muitos domínios com estacionamento em cima do seu domínio principal, que exibem exatamente o mesmo conteúdo.

SEO para e-commerce

SEO ou Search Engine Optimization, já foi abordado em vários pontos anteriores no nosso curso. Demos uma atenção especial no cadastro de produtos, na descrição do produto, no nome das imagens. Se você conseguiu fazer um bom trabalho nesta parte, já temos meios caminho andado.

  Porém têm vários outros pontos que devem ser analisados e acertados para que se consiga uma boa indexação nos sites de busca:

  • Idade do domínio
  • Relevância do domínio com o conteúdo do site (ter a palavra chave principal no seu domínio)
  • Uptime (não pode ficar fora do ar e mudando de servidores)
  • Conteúdo ser responsivo
  • Site possuir certificado SSL
  • Estar em uma rede com boa reputação
  • Velocidade do site
  • Conteúdo ser relevante
  • Links Externos válidos
  • Qualidade da infra-estrutura / servidores
  • Imagens compactadas
  • Presença / links para redes sociais
  • Codificação correta e presença de meta tags

       Não detalharemos todos os itens, mas alguns mais importantes serão detalhados.

De fato SEO é algo complexo e por mais que você invista muito tempo e muito dinheiro não espere conseguir fazer tudo o que é recomendado, principalmente em plataformas de e-commerce fechadas.

Normalmente as plataformas de e-commerce profissionais já buscam estar atualizadas e adequadas às exigências de SEO, mas o mundo não é perfeito.

Algumas pessoas já me questionaram se a inclusão do Google Adsense em uma site atrai mais visitantes, ou se o script do Google tende a levar mais visitantes a uma site por este ter anúncios do próprio Google (Google Adsense).  

Sinceramente não sei lhe responder esta pergunta. Porém imagino que sim, que existe uma pequena ligação entre ambos, afinal o Google não é uma empresa de caridade, é uma empresa que visa lucros, contudo não acredito que isso tenha peso muito grande e seja essencial.

Ainda mais se tratando de e-commerce, penso que é muito estranho você ter a sua loja virtual e dentro dela exibir anúncios do Google. Correndo inclusive o risco de exibir em sua loja virtual um anúncio de seu concorrente.

Sim é possível bloquear determinados anúncios, tentar limitar concorrentes de aparecer no seu site, porém se você tiver muitos concorrentes isso será extenuante, e aí você já tem que começar a avaliar se o benefício vale a pena.

Outro ponto importante é a questão de tirar a atenção do cliente, já é custoso trazer o visitante para a sua loja, então você possibilitar exibir um banner na loja que o leve para fora da loja, não sei se vale a pena. É algo a se pensar e avaliar muito. Eu particularmente não recomendo o uso do Adsense em lojas virtuais.

      Em se tratando de velocidade, o Google leva muito em consideração a velocidade de abertura do site e o  TTFB (TIME DO FIRST BITE), para avaliar e rankear este site.  Por isso já foi citado várias vezes os cuidados com quantidade de objetos a serem carregados pela página, como fontes, banners, fotos, sistema externos de push.

Uma hospedagem boa também ajuda em muito a velocidade do sistema assim como a plataforma também faz muita diferença.