Definição do sistema de e-commerce

Uma vez definido e registrado o domínio que você irá utilizar você precisa de um sistema de e-commerce ou uma plataforma de e-commerce e hospedagem para o seu domínio.

O sistema de e-commerce nada mais é que o sistema da loja virtual com seu painel de administração e sua frente de loja. Hoje existem muitas opções de sistemas de e-commerce no mercado, tanto gratuitas (open-source) como pagas. Mas atenção mesmo as plataforma open source necessitam de uma hospedagem e normalmente os sistemas pagos (plataformas de e-commerce) já dispõem de hospedagem.

Como sugestão apenas, conheça e pesquise:

  Neste ponto, da escolha da plataforma e-commerce eu gostaria de fazer algumas observações muito importantes, nas quais particularmente tenho muita experiência e conhecimento de causa:

Plataformas de e-commerce não são todas iguais. Todas podem ter os mesmos recursos básicos como:

  • cadastro de produtos
  • cadastro de clientes
  • carrinho de compra
  • cálculo de frete
  • formas de pagamento

Porém dentro destes recursos existem muitos detalhes e características que acabam mudando de plataforma para plataforma. E existem outras dezenas de funcionalidades que você deve se preocupar e que podem ser essenciais para seu negócio como, por exemplo:

  • Regras de frete grátis
  • Cadastro de produtos por grades de tamanho e cores
  • Cupons de desconto
  • Meios de pagamento com boleto (com desconto ou não)
  • Meios de pagamento com cartão (via intermediários)
  • Meios de pagamento com cartão (direto com adquirentes)
  • Módulos antifraude
  • Integração com sistemas de emissão de nota (NFe)
  • Integração com Google Analytics ou Google Meta tags
  • Integração com sistemas externos de mail marketing e rastreamento
  • Integração com sistemas de remarketing
  • Ferramentas de recuperação de carrinhos abandonados

Essa é uma lista breve só com alguns exemplos, eu poderia facilmente listar pelo menos 100 recursos de uma plataforma. Você deve estudar o que a sua operação vai necessitar o que é essencial para você e escolher uma plataforma que lhe atenda.

Neste ponto recomendo que você liste suas necessidades. O que você quer que sua loja virtual tenha e ofereça sua loja, exemplificando:

  • Frete grátis para compras acima de X
  • Meios de pagamento, boleto e cartão
  • Layout responsivo (para celular)
  • Facilidade para emissão de NF-e

Recomendo que mantenha essa lista a mão e vá alimentando ela quando lembrar de uma nova necessidade. E antes de escolher uma plataforma verifique se ela atende a maioria de suas necessidades.

Outro ponto essencial você vai trabalhar com uma plataforma paga ou sistema open source? Vou listar algumas vantagens e desvantagens de ambas para você avaliar melhor:

Sistemas open-source:

Vantagens:

  • O código é aberto e você pode alterar o código fonte
  • Existem layouts prontos a preço baixo na internet
  • Você não tem o custo mensal do sistema

Desvantagens:

  • Instalação é por sua conta
  • Você é responsável por atualizações e hospedagem
  • Não tem suporte
  • Não tem muito suporte para meios de pagamento no Brasil
  • Não tem muito suporte para meios de envio no Brasil
  • Requer um conhecimento no mínimo intermediário de informática

Plataformas pagas:

Vantagens:

  • Suporte qualificado
  • Hospedagem inclusa
  • Instalação inclusa
  • Normalmente atualizações estão incluídas
  • Não requer conhecimento técnico

 Desvantagens:

  • Custo fixo mensal
  • Customizações de recurso e layouts são pagas

Se você não tem conhecimento técnico, não tem tempo para aprender e quer manter o seu foco em seu negócio final. Não perca tempo e contrate uma plataforma paga. Não quero puxar sardinha, para o que faço e no que trabalho, de forma alguma.

É necessário ser realista, e o custo de você manter uma loja virtual por conta própria não é tão barato assim. Uma hospedagem qualificada com certificado SSL inclusa, backup diário, atualizações, não é tão diferente de uma plataforma voltada para iniciantes.  

Minha humilde e sincera opinião é que a diferença de valores não compensa o trabalho que dará gerir toda a operação sozinho.

Eu diria que só pelo fato de você ter suporte e hospedagem profissional para a sua loja já compensa pagar pelo menos R$ 100,00 por mês para uma empresa. 

Pense um pouco, nos dias de hoje qual empresa ou empreendedor sério que fez uma planejamento de negócios, não pode investir R$ 100,00 por mês em um serviço qualificado que é a base de seu negócio?

Em relação ao desenvolvimento de uma plataforma sob demanda, eu só a recomendo quando você tem uma necessidade muito específica e você não encontra plataformas prontas que tenham os recursos que você necessita.

Nestes casos recomendo agir com muita cautela e contratar alguém que já tenha experiência no desenvolvimento de plataforma de e-commerce, principalmente com meios de pagamento e com um contrato definindo prazos, valores e multas em não cumprimento. Faça um contrato, você irá me agradecer, se optar por seguir este caminho.

O custo de desenvolvimento de um sistema de e-commerce customizado vai girar em torno de R$ 10.000,00. O valor pode variar muito de acordo com detalhamento e das necessidades específicas que você tenha. E minha recomendação vai no sentido de você incluir um contrato de suporte a longo prazo.

No desenvolvimento sob demanda, você poderá encontrar ofertas muito menores do que os R$ 10 mil que citei acima. Muitos desenvolvedores optam por pegar um sistema open source e adaptar para suas necessidades, não iniciando assim o projeto e desenvolvimento do zero. Novamente existem prós e contras.

Em resumo, procure com cautela uma plataforma ou sistema. Tenha em mente que preço não é tudo, avalie suporte, credibilidade, reputação e os recursos que são essenciais para você. Lembre-se que o custo da plataforma será muito inferior ao investimento em divulgação que você terá de fazer, e economizar na plataforma R$ 100,00 por mês, irá ser algo sem sentido, já que você pode ter por essa diferença uma plataforma muito superior em recursos e estabilidade.

Outra questão interessante que deve ser avaliada está no tráfego. Algumas plataformas proprietárias de e-commerce (pagas) tem um preço a primeira vista bem baixo e acessível, contudo algumas cobram por tráfego ou páginas vistas. Sim isso é uma pegadinha bem sacana! Uma vez que seu site começa a ter uma visitação maior, você ultrapassa o limite de páginas vistas (pageviews) do seu plano e recebe uma surpresa na cobrança. E o preço que era camarada se torna um pesadelo. Então prefira as plataformas que tenham tráfego ilimitado.  O mesmo é válido para hospedagens, se você for optar por uma plataforma open source ou desenvolvimento próprio, cheque as regras e limites da hospedagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *