Drop Shipping

Drop Shipping é o modelo de negócios onde o lojista não tem estoque do produto, ele utiliza o estoque do distribuidor ou fornecedor, e na maioria das vezes a entrega ou envio do produto é feito pelo próprio distribuidor ou fornecedor. 

Na teoria é um negócio muito bonito, pois o lojista não precisa investir em estoque, pode ter uma variedade enorme de produtos, e em alguns casos até um bom markup.

Na prática você acaba concorrendo com centenas de lojas que fazem exatamente a mesma coisa e a margem acaba sendo reduzida pela concorrência. No mais existem dois tipos de drop shipping, o nacional que atua com distribuidores nacionais, e o internacional que normalmente é feito com o sistema shopify + plugin do Ali Express. 

Eu particularmente sou muito contra ao drop shipping internacional. Opinião pessoal e respeito quem pense de forma contrária, mas deixe-me dar as minhas razões. Economicamente é muito prejudicial ao mercado nacional, o lucro vai para fora do país, prejudica o mercado nacional que não produz e não vende nada, afeta o mercado interno de e-commerce que também deixa de vender e é assolado por concorrência desleal que não paga impostos. Também de ponto de vista do consumidor, não existe troca ou garantia (em 99% dos casos para não generalizar).

Normalmente quem monta uma loja de drop shipping internacional como citei acima, é pessoa física, trabalha por conta, abre a loja trabalha no máximo 6 meses, fecha a loja e abre outra com outro nome. Isso por causa das reclamações e trocas. Obviamente se não desse lucro, não fariam isso. Mas o fato é que precisam vender muito, muita quantidade porque o lucro é baixo, e para vender muito, tem que divulgar muito. 

Com certeza você já deve ter visto anúncios no facebook, instagram de produtos muito interessantes, na maioria das vezes supérfluos e de qualidade duvidosa, e que o prazo de entrega é de 30, 45 dias, isso é drop shipping internacional.

O prazo de entrega é um ponto interessante, porque ele define bem o tipo de produtos que você irá vender neste formato. Quem pode esperar 30 a 45 dias para receber um produto? Somente produtos supérfluos, não essenciais e que o cliente não precisa para amanhã. E em consequência deste prazo enorme, acabam ocorrendo muitos charge backs de pagamentos neste formato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *