Precificação

Como definir o preço de venda do meu produto? Muitos vão responder dizendo que vamos pelo preço da concorrência. Porém eu digo que este não é o caminho mais adequado, principalmente porque a concorrência pode estar trabalhando com preço muito baixo. Um caso clássico disso é a NetShoes que aplicou uma espécie de dumping, por anos no mercado, justamente para inibir a entrada de novos concorrentes.

      Dumping é a prática de vender ou colocar no mercado produtos com preços inferiores ao do mercado.

O preço de venda de um produto deve ser baseado na soma custos de produção / compra, impostos, custo de operação, embalagem  somados ao lucro desejado pelo vendedor.

Jamais esqueça dos custos de impostos, custo de operação e custos de embalagem.

Normalmente no mercado existem duas possibilidades, varejo e atacado. O varejo possui normalmente margens maiores. No atacado margens menores, porém maior quantidade.

Não é segredo nenhum que quanto maior sua margem, maior é seu lucro. Porém mercados com margens grandes estão cada vez mais raros devido a entrada de muitos concorrentes que acaba por fazer a margem cair.

Dica: leia o livro “A estratégia do oceano azul” que ilustra bem esta situação.

Quando se está entrando no mercado é comum o lojista entrar com uma margem mais baixa para atrair e conquistar novos clientes.

E infelizmente alguns lojistas que não sabem fazer as contas corretamente chegam a trabalhar sem lucro e até no prejuízo e não percebem, porque não levam em consideração custos. Eles simplesmente pegam o valor que compram o produto e adicionam 20% , 30% e revendem o produto.

O problema está que nestes 20%~30% eles precisam deduzir: impostos, embalagem, custos de operação, riscos. Não sendo difícil encontrar casos onde não sobram 3% de lucro líquido, que é muito pouco.

Ao definir a sua margem ou markup do produto leve em consideração todos os custos e uma boa margem de segurança. Não vá só pelo preço de venda dos concorrentes, infelizmente alguns concorrentes não sabem fazer este cálculo (acredite) e acabam vendendo produtos sem nenhuma margem, com prejuízo mesmo e em outros casos os produtos podem ser de origem ilícita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *