SEO para e-commerce

SEO ou Search Engine Optimization, já foi abordado em vários pontos anteriores no nosso curso. Demos uma atenção especial no cadastro de produtos, na descrição do produto, no nome das imagens. Se você conseguiu fazer um bom trabalho nesta parte, já temos meios caminho andado.

  Porém têm vários outros pontos que devem ser analisados e acertados para que se consiga uma boa indexação nos sites de busca:

  • Idade do domínio
  • Relevância do domínio com o conteúdo do site (ter a palavra chave principal no seu domínio)
  • Uptime (não pode ficar fora do ar e mudando de servidores)
  • Conteúdo ser responsivo
  • Site possuir certificado SSL
  • Estar em uma rede com boa reputação
  • Velocidade do site
  • Conteúdo ser relevante
  • Links Externos válidos
  • Qualidade da infra-estrutura / servidores
  • Imagens compactadas
  • Presença / links para redes sociais
  • Codificação correta e presença de meta tags

       Não detalharemos todos os itens, mas alguns mais importantes serão detalhados.

De fato SEO é algo complexo e por mais que você invista muito tempo e muito dinheiro não espere conseguir fazer tudo o que é recomendado, principalmente em plataformas de e-commerce fechadas.

Normalmente as plataformas de e-commerce profissionais já buscam estar atualizadas e adequadas às exigências de SEO, mas o mundo não é perfeito.

Algumas pessoas já me questionaram se a inclusão do Google Adsense em uma site atrai mais visitantes, ou se o script do Google tende a levar mais visitantes a uma site por este ter anúncios do próprio Google (Google Adsense).  

Sinceramente não sei lhe responder esta pergunta. Porém imagino que sim, que existe uma pequena ligação entre ambos, afinal o Google não é uma empresa de caridade, é uma empresa que visa lucros, contudo não acredito que isso tenha peso muito grande e seja essencial.

Ainda mais se tratando de e-commerce, penso que é muito estranho você ter a sua loja virtual e dentro dela exibir anúncios do Google. Correndo inclusive o risco de exibir em sua loja virtual um anúncio de seu concorrente.

Sim é possível bloquear determinados anúncios, tentar limitar concorrentes de aparecer no seu site, porém se você tiver muitos concorrentes isso será extenuante, e aí você já tem que começar a avaliar se o benefício vale a pena.

Outro ponto importante é a questão de tirar a atenção do cliente, já é custoso trazer o visitante para a sua loja, então você possibilitar exibir um banner na loja que o leve para fora da loja, não sei se vale a pena. É algo a se pensar e avaliar muito. Eu particularmente não recomendo o uso do Adsense em lojas virtuais.

      Em se tratando de velocidade, o Google leva muito em consideração a velocidade de abertura do site e o  TTFB (TIME DO FIRST BITE), para avaliar e rankear este site.  Por isso já foi citado várias vezes os cuidados com quantidade de objetos a serem carregados pela página, como fontes, banners, fotos, sistema externos de push.

Uma hospedagem boa também ajuda em muito a velocidade do sistema assim como a plataforma também faz muita diferença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *